Latest News

Publicidad

HISTÓRIA DE EXU CAVEIRINHA DA CALUNGA Exu Caveirinha nasceu numa terra chamada de Egito que tinha o Rio Sagrado, Nilo. Filho único do Exu Caveira e Maria Caveira, Exu Caveirinha viveu com sua família, recebeu boa educação e uma vida rica. Nunca lhe faltou nada, pois seu pai trabalhava para dar o melhor para sua família. Quando criança Seu Caveirinha sempre foi obediente aos seus pais. Jovem, destacava-se pela beleza e outros aspectos próprios de sua personalidade. Muito bonito, vestido todo de branco, de terno, cinta, lenço, sapato branco com lista preta ou vermelha, cabelos pretos lisos bem penteados meio de lado sem nenhum fio fora de lugar ou assanhado. Branco, de olhos azuis, alto e forte. Era em vida muito vaidoso, gostava de andar perfumado, gostava das melhores coisas. Sempre muito alegre, boêmio, cavalheiro era um homem de caráter e firmeza nas palavras e nas ações. Diz-se “desaforado” por não aceitar ninguém querer controlá-lo ou ir contra ele. A linha de Caveira em vida eram trabalhadores. Trabalhavam para juntar riquezas e cuidar de suas famílias. Viviam em aldeias, compartilhando entre pais, tios, irmãos, primos o laço familiar. Muito unidos se reuniam e estavam sempre em comunhão. Por ser muito ligado à sua família, estava unido a tudo que lhes dizia respeito! Características marcantes da linha de Caveira é a união, a verdade, a lealdade e a justiça. Quando a aldeia onde seus familiares viviam foi invadida, cruelmente atingida devido a traição e a maldade das pessoas, Exu Caveirinha e outros da linha de Caveira foram fazer vingança. O ódio tomou conta do seu coração e por isso muitos inocentes perderam suas vidas. Capturado com seus familiares, Seu Caveirinha, teve uma morte trágica; morreu queimado vivo. Exu Caveirinha morreu jovem, tinha trinta anos. Seu Caveirinha e outros da linha de Caveira ficaram vagando por muito tempo. O jovem homem valente passou a sofrer e deixava cair lágrimas dos olhos. A morte causada pela queimadura não chegava a doer tanto como a dor de ter de olhar para os erros cometidos. Até que Omulu (o Orixá mais temido, Senhor da Vida e da Morte) enviou um Cavaleiro Negro com seu cavalo chamar um por um. Ao ser chamado por Omulu, Exu Caveirinha se prostrou diante de Atoto e recebeu uma chance. Pôde escolher a forma que teria, e pronunciou ao Orixá que iria trabalhar para melhorar! Houve um diálogo que não é permitido ser revelado. A partir desse momento recebeu o nome de mundo “Exu Caveirinha da Calunga e das Almas”. Seu nome de batismo é outro. Morador do cemitério, Exu Caveirinha é guardião das almas. Também é doutor. Existe todo um significado para ser um Moço tão Bonito e vestir-se todo de branco. É um Exu muito evoluído. Os Exus da linha de Caveira que vem na ordenança de Atoto Obaluaiê são Exus por causa do ódio que cultivaram em seus corações no desejo de vingança, mas, em vida, eram homens e mulheres muito bons e honestos. Fora-lhes dada uma chance e por isso vem para ajudar aos que precisam para alcançar mais luz e evolução. Vindos na linha da verdade e da caridade, trabalham para evoluir. São Mestres e Mestras. São Doutores! Laroiê, Exu! Saravá Seu Caveirinha da Calunga! Salve sua Calunga! Salve suas sete catacumbas!

//]]>
#PortalAfricanista

HISTÓRIA DE EXU CAVEIRINHA DA CALUNGA

Exu Caveirinha nasceu numa terra chamada de Egito que tinha o Rio Sagrado, Nilo. Filho único do Exu Caveira e Maria Caveira, Exu Caveirinha viveu com sua família, recebeu boa educação e uma vida rica. Nunca lhe faltou nada, pois seu pai trabalhava para dar o melhor para sua família. Quando criança Seu Caveirinha sempre foi obediente aos seus pais.
Jovem, destacava-se pela beleza e outros aspectos próprios de sua personalidade. Muito bonito, vestido todo de branco, de terno, cinta, lenço, sapato branco com lista preta ou vermelha, cabelos pretos lisos bem penteados meio de lado sem nenhum fio fora de lugar ou assanhado. Branco, de olhos azuis, alto e forte. Era em vida muito vaidoso, gostava de andar perfumado, gostava das melhores coisas. Sempre muito alegre, boêmio, cavalheiro era um homem de caráter e firmeza nas palavras e nas ações. Diz-se “desaforado” por não aceitar ninguém querer controlá-lo ou ir contra ele.

A linha de Caveira em vida eram trabalhadores. Trabalhavam para juntar riquezas e cuidar de suas famílias. Viviam em aldeias, compartilhando entre pais, tios, irmãos, primos o laço familiar. Muito unidos se reuniam e estavam sempre em comunhão.

Por ser muito ligado à sua família, estava unido a tudo que lhes dizia respeito! Características marcantes da linha de Caveira é a união, a verdade, a lealdade e a justiça.

Quando a aldeia onde seus familiares viviam foi invadida, cruelmente atingida devido a traição e a maldade das pessoas, Exu Caveirinha e outros da linha de Caveira foram fazer vingança. O ódio tomou conta do seu coração e por isso muitos inocentes perderam suas vidas. Capturado com seus familiares, Seu Caveirinha, teve uma morte trágica; morreu queimado vivo. Exu Caveirinha morreu jovem, tinha trinta anos.

Seu Caveirinha e outros da linha de Caveira ficaram vagando por muito tempo. O jovem homem valente passou a sofrer e deixava cair lágrimas dos olhos. A morte causada pela queimadura não chegava a doer tanto como a dor de ter de olhar para os erros cometidos. Até que Omulu (o Orixá mais temido, Senhor da Vida e da Morte) enviou um Cavaleiro Negro com seu cavalo chamar um por um.

Ao ser chamado por Omulu, Exu Caveirinha se prostrou diante de Atoto e recebeu uma chance. Pôde escolher a forma que teria, e pronunciou ao Orixá que iria trabalhar para melhorar! Houve um diálogo que não é permitido ser revelado. A partir desse momento recebeu o nome de mundo “Exu Caveirinha da Calunga e das Almas”. Seu nome de batismo é outro. Morador do cemitério, Exu Caveirinha é guardião das almas. Também é doutor. Existe todo um significado para ser um Moço tão Bonito e vestir-se todo de branco. É um Exu muito evoluído.

Os Exus da linha de Caveira que vem na ordenança de Atoto Obaluaiê são Exus por causa do ódio que cultivaram em seus corações no desejo de vingança, mas, em vida, eram homens e mulheres muito bons e honestos. Fora-lhes dada uma chance e por isso vem para ajudar aos que precisam para alcançar mais luz e evolução. Vindos na linha da verdade e da caridade, trabalham para evoluir.

São Mestres e Mestras. São Doutores!
Laroiê, Exu!
Saravá Seu Caveirinha da Calunga!
Salve sua Calunga!
Salve suas sete catacumbas!
Imágenes del tema de konradlew. Con tecnología de Blogger.
Published By Gooyaabi Templates